OS POSITIVOS

bota

Uma das intervenções mais bem conseguidas contra a abstenção que nos lembra a indiferença dos resultados vai para o chefe de secretaria que se saiu com esta 26 maio 2019:

As pessoas têm 17 partidos à escolha, para além de poderem optar pelo voto branco ou nulo, pelo que não se justifica ficarem sem votar.

Traduzido: "votem no meu partido, votem até noutro qualquer, mas por favor validem esta merda". Admitimos a lógica: não importa muito em quem votas hoje, o exercício do poder moldará às contingências aqueles que lá chegarem. O queixume do "são todos iguais" erra alvo: o problema não está nos partidos mas na sua impotência - quando o sequestro não começa de dentro, ie. Chegados pós-Reagan e Thatchers a idades susceptíveis e tendo assistido à capitulação de sucessivos governos de esquerda perante a "inevitabilidade" do $$$, parece-nos que a verdadeira mudança começa por mudar o funcionamento da coisa: se o jogo está viciado, não vás a jogo. Do mesmo gaijo:

É uma derrota para todos e também não é uma vitória para quem não vota.

Err, depende a quem perguntas. Meanwhile, bota neles...

Mas não queremos celebrar demasiado: o pessoal escolheu praia, só, mas esse é todo um outro dia...

rippamos daqui

não participar