OS POSITIVOS

goddamn russians

Os ratos do rei da Rússia começam a roer-nos o raio da raciência.

As ordens lá devem ter caído de cima e já podemos acertar o calendário às eleições europeias pelo aumento abismal de contas falsas com origem russa que nos assolam diariamente. A diferença é do dia para a noite, e se sentimos essa actividade nOS POSITIVOS – mísero zine underground de tópicos tão específicos cuja audiência será mais particular que alguns fetiches que fariam alemães corar de pudor – apenas podemos extrapolar a quantidade de tráfego que corre internet fora em sítios de uma visibilidade e acessibilidade francamente mais óbvias.

Compreendemos pelos miúdos, fechados em cubículos a cumprir quotas diárias pelo downfall da sociedade ocidental e minar da democracia – enfim, há formas piores de fazer pela vida – mas o que subscrever a newsletter dos P+ faz pelo teu street cred não traz em impacto como hackar opiniões e comentários no NYTimes. Senhores: pastar, porra.

Yet! (soa russo), apesar de não terem serviço de apoio ao cliente aqui seguem duas dicas aos ratinhos: se vão dar-se ao trabalho de disfarçar o IP e fazer registos num zine local dedicado à BD a partir de Singapura, Austrália, Pólo Norte… evitem fazê-lo sempre no mesmo fuso horário com as preferências do browser em russo. Just sayin’.

Que nos trás ao "bom fim-de-semana folks" versão alargada, novas condições de serviço: com eleições ao virar da esquina regressamos a modo restrito para não distrair da mensagem. Já fechámos o índice, talvez ainda tiremos a caixa de pesquisa, as novidades só vão chegar via newsletter – se chegarem de todo.

De mensagens e novidades, vcs conhecem a base: "não votes, não votes, não votes!" - isso de representatividades é-nos chinês. Excepto quando o deves fazer e aqui arriscamos chatear anarquistas encartados recordando aos teens que é prática-antes-da-teoria: cremos em acção directa porque somos pragmáticos, se a ocasião dá-se a resultados seria criminoso não aproveitar, by any means necessary, inclusive pôr o papelinho.

mais web