OS POSITIVOS

perdido na tradução


Seremos breves, não queremos estragar os últimos cartuchos de festa a ninguém & alguns de vcs já a ler-nos na volta do castigo. Ao report do ano passado acrescentamos mais pólen, alguma convicção do corredor central, nenhuma Grândola sobrevivia nas margens onde os turistas cumpriam números maiores e a letra artesanato local que não levam na volta para casa. Dos que ficam, repetimos a eterna questão: para onde se dissipa esta vontade de um mundo melhor que une toda esta gente, porque fuck me!, deus sabe que ela não está no parlamento que nos governa. Perdoem-nos, insistimos: apesar dos discursos a democracia que temos foi instrumentalizada por quem de sempre, de ano para ano cada vez mais aberrante, hipócrita, penosa a distância entre suposto e estupores, e tudo começa, passa e acaba nos media que temos. Talkin' heads na televisão? Muda de canal. Mais liberdade? Leiam outras merdas.

afastar multidões