OS POSITIVOS

suspiro

não relacionado, mas relacionado, por Henriette Valium

Interregno pelos cómicos. Se queremos os P+ exercício sub-reptício sobre os teens que nos leem não devemos evidenciar demasiado os nossos esforços de propaganda. Há que minimizar para maximizar, diluir para concentrar. Emocionar para humanizar. As televisões têm princesas a batalhar cancro, procuremos pelas linhagens dinásticas do reino o que puxar à lágrima. Zeitgeist: fornece!

Nada. Apenas um “suspiro” da Bedeteca Anónima in “Pasteleiros” 25 mar 2024 por academias que vivem no "século passado" — palavras deles, as nossas aqui — a propósito da exposição da Academia Nacional das Belas Artes dedicada à nona:

Oh! Mas há contemporaneidade, há nomes de curadores nos materiais promocionais! Vá lá! Depois há nomes de autores e artistas de BD sem distinção, em que tanto há putedo, mercenários, merceeiros, racistas, machistas e provincianos, e verdadeiros artistas que aceitaram conviver juntos. O que se vê aqui é o típico da BD portuguesa a querer ser ecunêmica e niveladora de (mau-)gosto. [...] Se isto é a Academia que venha o sonho Futurista de a foder toda! Entrada obrigatória com granadas!
in "Pasteleiros" 25 mar 2024

Curadores promocionados Manuel Couceiro da Costa e Paulo Monteiro, autores distintos e indistintos: André Lima Araújo, André Oliveira, António Jorge Gonçalves, Carlos Silva, Bernardo Majer, Diniz Conefrey, Filipe Abranches, Filipe Andrade, Joana Afonso, João Sequeira, Jorge Coelho, José Smith Vargas, Luís Louro, Marco Mendes, Marta Teives, Miguel Rocha, Mosi, Nuno Duarte, Nuno Saraiva, Nunsky, Osvaldo Medina, Pedro Burgos, Pedro Moura, Penim Loureiro, Ricardo Cabral, Ricardo Venâncio, Rita Alfaiate, Rui Lacas e Sílvia Rodrigues.

Têm-nos no putedo, perdem-nos nos racistas. Têm-nos nos mercenários, perdem-nos nos machistas. Uma granada nivela um terço da bd pt do último quarto de século, adeus futuro. Esperamos ter humanizado q/b, regressaremos à endoutrinação regular.

mais suspiros