OS POSITIVOS

alternação de apelos

para fraseado aqui 5 mar 2024

Parafraseámos um famoso blog alheio adaptando à nossa realidade (a)portuguesa, para recordar que a seguir ao domingo vem a segunda-feira: dever cumprido, a vida de todas aquelas pessoas continuará em suspenso. Diz-que-não. Mas vota. Vota duas vezes. Vota em fastfoward, vota em loop, repete repete repete. Que nunca te fartes de votar. Votar é legitimar, e sem legitimidade, que democracia é essa?

Preparamos-nos para a habitual alternancia de poder, desabitual apenas no caricato de podermos ter como futuro ministro de qualquer coisa um Nuno Melo pelo CDS que naturalmente deixaria de existir nestas eleições sem o reboque do PSD. Recordem-se desses gimmicks da democracia representativa quando o estiverem a ouvir do púlpito parlamentar que vcs têm é de estar caladinhos e que sorte já têm de não vos atirar os costados às galés.

Não sabemos se o monarquico terá gabinete, não sabemos os calculos da direita capitalista nas aventuras com a direita fascista. Não sabemos se a união das esquerdas terá os números mas — e-esse-é-o-ponto-senhores!: — mesmo que os tivesse só pode governar dentro do aprovado por agências de ratings et al., e essas não governam à esquerda.

Vota,
Vota tudo
Quando já enjoar,
Há novas eleições,
E podes votar outra vez.

Segunda-feira falamos. Diz que não.

"não"