OS POSITIVOS

anti-sociais e resilientes

♪ just-in-time for the epilogue ♪

Precisamos não apenas reduzir as pressões externas que pesam sobre o sistema mas também de mudar o próprio sistema. [...] Precisamos de aumentar o número de nós, reduzir o seu tamanho, enfraquecer as suas ligações, compartimentar a rede, aumentar nela a redundância e a diversidade.
George Monbiot in "Regenesis" 2023

Do parágrafo acima talvez o "enfraquecer de ligações" seja a única proposição a levantar sobrolho entre a nossa gang de malfeitores considerando o esforço despendido em sentido inverso. Mas se alguém vai atirar a primeira pedra à ortodoxia – deles, nossa, qualquer –, sabem-nos na fila da frente de diversidades redundantes. Mashup então, teoria dos sistemas complexos — o autor/obra citada tratam da sobrevivência da espécie humana e mundo natural, nós fazemos alegorias a coisas mais comezinhas como a degradação da democracia moderna:

As suas partes, por mais simples que sejam, comportam-se de maneira elaborada quando se combinam, capazes de, por exemplo, organizam-se a si próprias numa ordem "espontânea" sem intervenção de qualquer mecanismo central de controlo. "Quando atinge um certo nível de complexidade, já não pode ser controlado a partir do topo. Através das redes criadas por milhares de milhões de decisões, o sistema assume o controlo." Se nesta rede as ligações entre nós são fracas e estes se comportam de maneiras variadas, "é provável que o sistema seja resiliente". No contrário, quando mais fortes são as ligações e mais semelhante o comportamento dos nós mais o sistema é considerado frágil porque qualquer choque abalará todos por iguais ("nós semelhantes têm uma maior probabilidade de se sincronizar"), e a robustez das suas ligações propaga por toda a rede a calamidade cometida. Em sentido inverso, quanto maior a modularidade da rede menos esses choques se conseguem propagar pelos pontos semi-isolados. Finalmente, com uma maior redundância da rede maior a sua capacidade de resistência aos choques. (Obviamente que numa sociedade dobrada à extração da máxima eficiência possível tal redundância é suprimida como desperdício, rapidamente optimizada num muito sexy "just-in-time".) Os sistemas têm a capacidade de autorregulação até um certo ponto, além do qual são incapazes de absorver a mudança e entram em ruptura, iniciam o seu processo de colapso. Então as suas capacidades de autorregulação provocam um efeito contrário amplificando o caos na forma de choques por toda a rede, intensificada a cada nó. "Neste ponto, qualquer pequena perturbação poderá levar o sistema inteiro a ultrapassar o limite, colapsando de repente e de forma incontrolável."

Monbiot ilustra caso com diversos de desastres ecológicos ao capital-societal ainda frescos em memória –

Ou, a vossa atenção ao presente, nota a um dos nossos pet peeves habituais: jornalismo como ele realmente existe, rede mimética consolidada, noticia recente:

The expression and visibility of diverse opinions are essential to the maintenance of a true democracy [mas] Media concentration in Europe is increasing year on year, causing growing concerns about the independence of the press [já que] the current trend is for media companies to merge in order to consolidate their brands.
in "Media concentration in Europe, a growing threat to democracy" 4 jan 2023.

– e estes são os pontos a reter: 1) Todos os sistemas complexos se comportam de forma semelhante, ie obedecem aos mesmos princípios; 2) Quando um sistema colapsa entra num estado completamente novo e estável. Nada disto é novo. Recordámos recentemente esse mesmo padrão a propósito dos últimos 30,000 anos da humanidade:

Uma qualquer crise sobre outras acumuladas, sempre coincidente com mudanças drásticas no ambiente, choca com a complexidade do sistema cujas instituições não conseguem adequar contra interesses instalados, consequente agitação social conduz à derrocada do sistema vigente. [...] O próprio colapso terá o seu quê de asteriscos em julgamento de valores, historicamente a passagem - caótica ou sem qualquer menção digna de nota – de uma qualquer ordem social estratificada para outra mais fluida.
in Real Nós: "«sabemos, agora, que estamos na presença de mitos»" 16 maio 2023

estratificação em curso