OS POSITIVOS

o que realmente importa

"academicos-1-scaled.jpg" 2022

No caos das feeds destes últimos dias, notícias ao reconhecimento da BD pela Academia Nacional de Belas Artes. Citamos resumo:

Daqui a poucos dias irá fazer-se história na Banda Desenhada em Portugal (...) a Banda Desenhada será reconhecida pela primeira vez, pela Academia Nacional de Belas Artes, como forma superior de expressão da cultura, constituindo desta forma um passo decisivo na credibilização da nona arte e de todos os seus autores.
in "Última hora: 18 de Outubro a Banda Desenhada será reconhecida pela Academia Nacional de Belas Artes"8 out 2023

Senhores... que dizíamos de academias? Esquecidos, assim como a insuficiência deste meio naquele meio sem encosto de arte amealhada — caso em ponta: esta "intervenção de especialistas na área da Banda Desenhada, agora reconhecida pela Academia" faz-se "juntamente com o Cinema e a Dança" em simultâneo. Não sabemos mais detalhes mas também não os procurámos depois de espreitar a missão desta instituição de utilidade pública tutelada pela Secretaria de Estado da Cultura:

Na crise de orientação em que se encontram actualmente as artes plásticas, o remédio para o mal tem [que] ser sobretudo obra de uma instituição que, reunindo os maiores valores da especialidade, possa lutar com vantagem contra todos os excessos, fixando o que mereça ser fixado.
in "Sobre Nós" 5 mar de 1932

Sobretudo. Anyhoos, kudos aos dois novos membros ("nesta ocasião, serão introduzidos dois novos membros, Penim Loureiro e Paulo Monteiro") 9 out 2023, sucesso à fixação de vantagens institucionalizadas e saltámos às notas do Farrajota na CCC 9 out 2023 para espectro oposto:

Aparentemente refeito do último acto de perfídia vilania de que fora alvo:

Este fim-de-semana que passou, a Chili Com Carne foi enganada, tal como muitas outras editoras e livrarias pela FLIFA, uma pretensa "Feira de Livro Independente" organizada pela Junta de Freguesia de Arroios, poiso de gente muito feia de direita em Lisboa (nitidamente com problemas de consanguinidade) [que] arrastaram umas série de editores que não concordavam com a programação, divulgada em cima do joelho, planeada maquiavelicamente, de forma a colocar no último dia e na última hora, uma conversa do decadente Pacheco Pereira com o Jaime Nogueira Pinto, um bostinha da extrema direita.
in "Agendas" 6 out 2023

Fui ao Festival de Fanzines e BD de Alpiarça, assim em modo de "onde é mesmo Alpiarça" e comprei muito mais fanzines do que na capital Raia. Marado, não é?
in "Quem Diria"9 out 2023

Maradíssimo. Referências a "Olho do Cu", goldenshowers, "Holocausto de Merda", "Pé-de-Cabra", "escatologia gráfica para meter, e conseguem!, aquele nojo 'underground' sem terreno beatificado", "mais malta com interesse para quem gosta de gangrena", "produções bem amadoras e verdes dignas de chamar de fanzine nos anos 90", "um projecto ibérico em que Portugal fica logo a perder porque só há edição em castelhano", e desenvolvimentos posteriores nas páginas do A Batalha que não lemos desde 2020: aquilo do papel, outra guerra.

Resto das nossas feeds: História, minus os cómicos.

vingados