OS POSITIVOS

galhofa!

hum... esta página já tem alguns anos (2015).
E se procurasses alguma coisa mais recente ?
Chilli com carne jan 2015

Allright! Novo relatório do Farrajota sobre zines independentes e alternativas de BD em Portugal. Um costume que o seu autor iniciou no ano 2000 (yep!) da graça do senhor (e aqui "graça", "senhor" e o sujeito da frase confundem-se...), no qual até utiliza, a data altura, a palavra "underground" para circunscrever o tema do seu report. Damn! U know that's my kind-o-reading! Agora --- que crédito posso dar à coisa, se termina o anúncio do seu relatório perguntando-se a si mesmo:

Há quantas décadas não se edita um zine de crítica/ensaio sobre BD neste país?
Marcos Farrajota jan 2015

Ui. Saiu um justamente no ano que o autor aborda. Chato... De ensaio & crítica. Bolas... Que cobre toda a primeira primeira parte da década que decorre. Fuuuuuuck. E, cereja no topo do bolo, uh, é assim que na onda das cenas que o dito relatório supostamente reporta, u know, o fanzine de BD alternativa independente underground. Ouch. A BD, o zine. Aos vinte marmanjos (*)Ah, quem estamos a enganar? mais ninguém neste sítio liga aos cómicos, u guys suck :( they A-R-E a funny bunch! que têm a sua cópia do zine em casa e que se estão a rebolar de rir neste momento:

Xtra alguns meses depois: entretanto a ligação anterior foi removida e um artigo actualizado 10 mar 2015 admite excepções.

O artigo já está escrito e intitulado O teu smart-phone ‘tá manchado de sangue! [relatório de fanzines e edição independente de BD em Portugal 2014] e deverá sair num livro que colmata 10 anos de ausência de qualquer tipo de publicação de crítica ou ensaio sobre BD em Portugal - com algumas excepções - desde o fim das revistas Quadrado e Satélite Internacional.
in "No papel e em três vias! O Relatório 2014 à antiga!" 10 mar 2015

No worries: nós também comentámos esse report vários anos depois :)

& speaking of public service